Skip navigation

Aon e Guidewire lançam previsão de cenário cibernético de ataque a represa nos Estados Unidos

Aon e Guidewire lançam previsão de cenário cibernético de ataque a represa nos Estados Unidos

Análise revela que o risco cibernético “silencioso” poderia gerar uma perda segurada de aproximadamente US$ 10 bilhões com a inundação
LONDON UK and FOSTER CITY Calif., 25 outubro, 2018

A Aon plc (NYSE:AON) é uma empresa líder em prestação de serviços globais que fornece uma série de soluções de risco, previdência e saúde e a Guidewire Software (NYSE: GWRE) é provedora da plataforma de confiança das seguradoras de propriedades/acidentes (P/C). Em conjunto, elas lançaram um cenário para um ataque hipotético de hackers a uma usina hidrelétrica nos Estados Unidos que poderia afetar empresas e proprietários residenciais no país.

Existem mais de 90.000 represas nos EUA que fornecem irrigação, energia hidrelétrica, controle de inundações e recreação. Embora tecnologia e automação aprimorem a segurança e a operação dessas represas, elas também criam novos riscos.

Nesse cenário desenvolvido pela Aon e pela equipe da Guidewire Cyence Risk Analytics, que faz parte da unidade de serviços de dados e análise, um hacker tenta criar um verdadeiro transtorno nos Estados Unidos, ao abrir as comportas de uma usina hidrelétrica. Se essa situação ocorresse de fato, a inundação causaria danos consideráveis, resultando em perdas cibernéticas silenciosas para as seguradoras. O risco cibernético silencioso é o potencial que os riscos cibernéticos têm de gerar perdas em apólices de seguros tradicionais, como de propriedades ou acidentes, cuja cobertura não é intencional e não tem valor fixo.

A Aon e a Guidewire analisaram o possível impacto que essa situação teria em três represas, selecionadas para ilustrar uma exposição em pequena, média e grande escala, respectivamente. As principais descobertas foram que um ataque cibernético poderia causar:

  • Um tremendo impacto, não apenas na operação da represa, mas também na sobrevivência de empresas e comunidades locais, com a maior perda econômica estimada em US$ 56 bilhões.

  • Uma exposição cibernética silenciosa para seguradoras, com perdas do total segurado de até US$ 10 bilhões. Em comparação, a estimativa inicial das perdas seguradas geradas pelo aumento dos danos por vendavais e tempestades com a chegada do furacão Michael chegava a US$ 10 bilhões.

  • Uma brecha considerável na proteção que afetaria proprietários residenciais e empresas caso esse incidente viesse a ocorrer, com a cobertura de apenas 12% em um dos cenários.

Jonathan Laux, chefe de análise cibernética no setor de soluções para resseguros da Aon, declarou: “As seguradoras precisam entender que os avanços da tecnologia podem fazer com que riscos ‘estabelecidos’, como inundações, se transformem em novos riscos, com um aumento da frequência e da gravidade. Ao usar cenários como este, as seguradoras podem testar a resistência dos seus portfólios contra novos perigos iminentes criados pelos riscos cibernéticos. Com esse conhecimento, as seguradoras podem tomar providências para atenuar os riscos por meio de resseguros e trabalhar junto às empresas para aumentar a sua resiliência”.

Matt Honea, diretor de cibernética da Guidewire, acrescentou: “Estamos lidando com um imenso desafio, garantindo a segurança não só de todos os laptops e telefones, mas de todos os dispositivos conectados em rede. Esses dispositivos conectados estão automatizando as tarefas humanas por meio da alimentação mais equipamentos e sistemas de processamento. Nós focamos nesses cenários de represas para destacar exemplos concretos de um incidente cibernético extremo.”

O cenário é descrito em detalhes no relatório ‘Silent Cyber Scenario: Opening the Flood Gates’, omais recente na série da Aon sobre Oportunidades do Mercado de Seguros Global.

FIM

Notas para os editores

Desde a sua primeira edição, em setembro de 2015, o relatório Oportunidades do Mercado de Seguros Global (GIMO) se tornou rapidamente um dos maiores estudos sobre liderança inovadora e um documento de referência para o setor de (res)seguros. Em 2018, a Aon passou a assumir uma nova abordagem na sua distribuição, publicando artigos ao longo do ano, em vez de lançar um único relatório abrangente. Essa abordagem visa aumentar o uso do conteúdo, trazer ideias para o mercado o mais rápido possível para dar suporte ao futuro desenvolvimento com parceiros e clientes de (res)seguros e deixar a leitura e assimilação de todas as informações do GIMO geradas anualmente mais fácil para os leitores. A série de artigos do GIMO está disponível em https://aon.io/gimo-laux

Sobre os softwares da Guidewire

A Guidewire é a plataforma de confiança das seguradoras gerais para engajamento, inovação e crescimento com eficiência. Combinamos aplicativos digitais, principais, de análise e inteligência artificial para fornecer nossa plataforma como um serviço em nuvem. Mais de 400 seguradoras, desde novatas até as maiores e mais complexas do mundo, operam com produtos Guidewire.

Como parceiro de nossos clientes, evoluímos constantemente para viabilizar o seu sucesso. Temos orgulho de nosso histórico inigualável de implementações, com mais de 1.000 projetos bem-sucedidos, desenvolvidos com o apoio do maior ecossistema de parceiros e equipe de P&D do setor. Nosso marketplace disponibiliza centenas de aplicativos que aceleram a integração, a localização e a inovação.

Para obter mais informações, acesse www.guidewire.com e siga-nos no Twitter: @Guidewire_PandC.

Contato de mídia global

Contate-Nos

O email: pr@guidewire.com

Navigate what's next.